Planejamento, controle e avaliação. Três palavras-chave que resumem bem o método de estudo orientado, mais conhecido como Aprova INA, criado pelo professor Nivaldo Azevedo. 

Seu propósito consiste em fazer com que o estudante desenvolva o seu conhecimento de forma sedimentada e competitiva. Ou seja, não basta ter só a informação, é necessário buscar conhecer e saber o que vai cair na prova. Estudar bem e estudar sempre são o segredo. 

Confira algumas práticas elaboradas pelo Professor Nivaldo:

- identifica o nível de conhecimento do estudante e avalia o modelo de estudo já utilizado, indicando os pontos negativos e positivos; 

- indica as melhores técnicas de estudo e de preparação. E trabalha a importância do foco, da permanente motivação, da vida saudável e do autoconhecimento;

- orienta o estudo, priorizando a resolução de questões como meio mais eficiente de formação do conhecimento. E auxilia na definição da programação de estudos;

- realiza o acompanhamento dessa rotina de estudo, bem como recomenda a correção de eventuais desvios e o abandono de ações improdutivas;

- orienta quanto ao modelo de prova e às características de cada banca examinadora; 

- e indica a doutrina mais abalizada e as cautelas para escapar do modismo doutrinário.

20 MANDAMENTOS


Envolva a família

A decisão de estudar para concursos públicos não deve ser individual e exclusiva, necessita da participação e envolvimento de toda a família, pois todos deverão conhecer e compreender em que você gasta seu tempo e dinheiro.

Escolha um local adequado

Escolha um local adequado para os estudos, no qual você tenha, obrigatoriamente, isolamento, conforto, silêncio e concentração.

Valorize o tempo disponível

Valorize ao máximo o tempo disponível, evitando qualquer outra atividade ou compromisso durante o tempo de estudo. .

Concilie os estudos com sua vida social

Não reserve a integralidade do tempo para estudar. Concilie os estudos com atividades familiares, físicas, sociais e religiosas. Você não vive para estudar para concursos públicos. Você estuda para viver melhor. A aprovação é consequência de uma vida saudável: física, mental, sentimental e espiritual.

Organize um Cronograma e Estudo

Faça um cronograma de estudo semanal, dividindo o tempo disponível entre as matérias do conteúdo programático. Siga rigorosamente o cronograma até virar rotina, conciliando sempre a leitura da doutrina com a resolução de exercícios.

Crie sua própria Metodologia

Não se espelhe nos outros nem copie o modelo de estudo alheio, pois cada pessoa tem um tempo e um meio distinto de aprendizado. Descubra a forma de estudo na qual você tem mais rendimento. Crie sua própria metodologia e rotina de estudos. Identifique sua forma pessoal de estudar com alta performance.

Estude regularmente

Busque estudar de maneira regular e perene, evitando alterações na rotina de estudos. O estudo de alto desempenho precisa ser linear e constante. Oscilações e alternâncias comprometem o aprendizado.

Esteja sempre atualizado

Procure sempre estar atualizado, buscando conhecer às alterações constitucionais e legislativas, bem como os julgados sobre temas relevantes e de maior destaque. É necessário também ter conhecimento da doutrina mais badalada e preferida pelas bancas examinadoras.

Faça avaliações sobre o seu estudo

Tenha um rígido controle escrito do tempo despendido, conteúdo estudado e do quantitativo de exercícios resolvidos. Faça avaliações periódicas e comparativas dos resultados alcançados.

Estabeleça uma meta de desempenho

Estabeleça uma meta de desempenho, um objetivo a ser alcançado, de acordo com o conteúdo programático e o tempo disponível para estudar. Renove a meta cada vez que ela for atingida.

Supere suas dificuldades

Estude as matérias que você tem mais dificuldades nos horários de maior rendimento.

Siga o conteúdo programático completo

Sempre estude o conteúdo programático completo, sem deixar de fora nenhuma matéria.

Potencialize seus conhecimentos

Nas matérias em que já possua alongado e expressivo conhecimento, continue fazendo exercícios regularmente.

Faça a divisão de suas tarefas

Não estude todo o conteúdo de uma disciplina para somente depois estudar outra. Procure dividir seu tempo de forma que consiga estudar regularmente todas as matérias.

Evite resumos e compilações

Não leia somente resumos, sinopses e compilações. Pelo menos nos temas mais complexos procure uma literatura mais abalizada e de maior profundidade científica.

Antecipe seus estudos

Nunca deixe para estudar as matérias mais difíceis apenas na véspera das provas, bem como jamais priorize as matérias que você tem mais afinidade.

Seja seletivo

Não saia lendo todo e qualquer material que lhe é apresentado ou que lhe digam que é bom. Seja seletivo. Não perca tempo lendo várias doutrinas ou assistindo diversas aulas sobre o mesmo tema, priorize a resolução de questões. Se o material que você já tem lhe oferta conhecimento suficiente para a resolução confortável das questões, você não precisa de outro. Tenha cautela com o modismo doutrinário.

Procure nunca auto-avaliar-se

Nunca se alto avalie nem faça juízo de merecimento da aprovação. Deixe tal encargo exclusivamente ao examinador. Preocupe-se só em estudar. A classificação nos concursos realizados é que vai retratar, de forma objetiva, o nível de conhecimento que você tem.

Você está sempre aprendendo

Mantenha sempre a humildade e o sentimento de que ainda tem muito que aprender. A soberba e o excesso de confiança levam à acomodação e a um sentimento temerário de conforto e suficiência, tirando da rotina, alterando o foco e inevitavelmente diminuindo o ritmo de estudos.

O seu conhecimento é a sua aprovação

Você ocupa o lugar que o seu conhecimento lhe coloca. Jamais esqueça: É o seu conhecimento que aprova você e não o dos seus professores e doutrinadores.

Mentoria